NOTÍCIAS

Apegando-se a Cristo em meio ao câncer

October 13, 2019

Traduzido por Orlando Silva

 

Os voluntários do Logos Hope conheceram mulheres que estão em diferentes estágios de combate ao câncer e tiveram conversas francas sobre suas vidas e fé. Uma mulher idosa falou de suas felizes lembranças visitando um dos navios anteriores da OM, quando ela tinha 50 anos.

 

Emilie Jelger (França) perguntou às mulheres: “Algumas de vocês acreditam em Jesus?” Embora algumas ainda não sejam crentes, uma mulher chamada Ciunda respondeu: “Ele é a nossa razão de viver, é o primeiro em nossas vidas!”

 

Kat King (Reino Unido) contou às mulheres o que ela havia passado quando tinha 19 anos. “Eu deveria ter morrido”, Kat começou. “Vomitava quatro vezes por dia, pesava 32 kg e era pequeno como uma criança. Fui levada às pressas para o hospital e tive que ficar internada por várias semanas. Lá, eles não sabiam se eu iria viver ou morrer. Orei muito e continuei perguntando a Deus: ‘Por que preciso passar por isso?’ Foi um momento muito tenso e difícil, mas senti a presença de Deus quando estava no hospital. Ele me mostrou um versículo de 1 Pedro na Bíblia, que fala sobre passar pelo sofrimento por Sua glória.

 

 

Fui operada e um tumor foi removido do meu intestino. Depois que eu pude me alimentar, normalmente, novamente, comecei a melhorar e ganhei peso. Eu queria ir e servir a Deus e ajudar a Igreja. Mas comecei a ficar doente de novo. Eu descobri que era intolerante à lactose e à carne. Você pode imaginar ter todas as refeições sem queijo, sem leite e sem carne?

 

"Continuei dizendo a Deus: 'Quero servi-lo!' E procurei oportunidades on-line sobre missões no exterior, mas não encontrei nada. Um dia, os membros da minha igreja impuseram as mãos  oraram por mim. Eles continuaram orando e Deus me curou. Agora eu posso comer qualquer coisa! Depois de melhorar, voltei à minha pesquisa na Internet e a primeira coisa que surgiu foi o Logos Hope. ”

 

Maria, uma paciente que passou por 41 tratamentos de quimioterapia, disse: “Acredito que Jesus esteja me curando. Jesus é a minha cura!

 

Longas despedidas foram trocadas quando a tripulação deixou o centro. De volta a bordo, eles oraram para que o marido de Ciunda cresse em Cristo. Eles oraram para que as mulheres continuassem lendo as cartas compostas dos versículos da Bíblia que haviam deixado com elas e que fossem tocadas por Deus.

 

O papel da OM na Igreja é mobilizar pessoas para compartilharem o conhecimento de Jesus e seu amor com cada geração em cada nação. A OM é pioneira e lidera iniciativas para resgatar vidas, reconstruir comunidades e restaurar um objetivo em mais de 110 países.

Compartilhar
Compartilhar
Curtir
Please reload

Notícias em destaque

Lutando contra a pobreza do conhecimento bíblico

May 31, 2019

1/7
Please reload

Notícias recentes

October 30, 2019

October 6, 2019

August 4, 2019