NOTÍCIAS

"Você precisa ir"

March 29, 2019

Por Rebecca Rempel

Tradução de João Marcos Hansen

 

Como Deus poderia usar alguém da floresta para ir a outro país? Agustinus se perguntou uma vez.

 

Agustinus nasceu numa família cristã na Indonésia. Seus pais estavam entre os primeiros a se converterem na sua área que historicamente era adepta a crenças tradicionais.

 

Na Indonésia, Agustinus tem trabalhado no centro da OM pelos últimos oito anos, ajudando na área de educação. As crianças visitam o centro para participar do jardim de infância, terem acesso a tutores ou receber ajuda com seus deveres de casa. O evangelho é demonstrado a cada individual através dos trabalhadores mostrando o amor de Deus a eles. A equipe se importa em desenvolver relacionamentos com a família de cada criança e em visitá-los em casa para mostrar que se importam.

 

Querendo expandir sua visão de mundo, Agustinus perguntou ao seu líder sobre serviço fora da Indonésia. Originalmente ele pensou em ir para o Logos Hope, mas o líder da equipe sugeriu que ele participasse do Treinamento de Discipulado em Missões (MDT) na África do Sul para se desenvolver melhor.

 

“O MDT para mim não foi apenas um treinamento, mas restauração em minha vida. Um tempo para me aproximar de Deus e restaurar meu relacionamento com Ele. Mudou minha vida,” disse Agustinus.

 

 

Indo mais fundo

 

O MDT discipula e equipa cristãos para serem parte da transformação de Deus em vidas e comunidades locais e entre as nações. Com seis meses de duração, o programa expõe seus participantes a uma vida transcultural, provendo experiência prática através de campanhas evangelísticas práticas e lhes ajuda a crescerem em sua fé.

 

O Treinamento de Mobilização em Missões (MMT) é um treinamento de uma semana dentro do MDT onde os participantes aprendem sobre outros países, como orar por eles e como mobilizar outros para que estejam envolvidos em missões através de várias apresentações, peças de teatro e simulações. Para Agustinus, o MMT foi uma das semanas mais impactantes do MDT.

 

“Ouvimos bastante sobre a perseguição em outros países por causa do cristianismo e de missões. Eu estava tão emotivo, porque você não participa só de uma simulação - essa é a realidade do meu país,” disse Agustinus pensando nos indonésios que têm sido perseguidos por causa de sua fé.

 

Histórias de missionários estrangeiros que enfrentaram perseguição o tocou bastante também. “Existem tantas pessoas que vão para outros países. Eles têm uma vida boa no seu país natal, mas estão dispostos a ir para outro país para compartilhar do evangelho. Podem enfrentar perseguição, mas muitas pessoas querem ir para outros países. Isso foi uma grande revelação para mim.”

 

 

Para os Maasai

 

Depois do MDT, Agustinus viajou para a Tanzânia para trabalhar com a equipe da OM ali por três meses. “A Tanzânia não era mais treinamento, mas a realidade do que fazer num ministério e como trabalhar numa equipe em outro país junto do povo local,” ele disse.

 

Na Tanzânia, Agustinus estava envolvido em campanhas evangelísticas em vilarejos realizando atividades como evangelismo de porta em porta, reproduzindo o filme Jesus, ajudando a construir uma igreja e encorajando os cristãos locais.

 

Alguns dos cristãos locais com os quais ele teve contato pertenciam à tribo Maasai que se reúnem à sombra de uma grande árvore para terem comunhão. Agustinus gostou de louvar junto deles e desenvolver amizades debaixo as estrelas durante suas noites de oração.

 

“Eu tento aprender com eles como cumprimentar alguém. Eu quero que eles digam: ‘OK, esse cara realmente quer nos conhecer, não apenas ir e vir.’ Eu tento criar relacionamentos pessoais com eles. Nossas conversas são difíceis [por causa das barreiras de idioma], mas eu gostei do nosso tempo juntos,” disse Agustinus.

 

 

Não muito diferente

 

“Eu penso que a [Indonésia e a Tanzânia] são semelhantes,” disse Agustinus. “A cultura coletiva também existe na África, então não é tão diferente. Cultura coletiva são decisões em grupo. Você vive numa comunidade. É importante para você - a comunidade - não a individualidade.”

 

Outra semelhança que ele encontrou foram as crenças das pessoas que encontrou  tanto na Indonésia quanto na Tanzânia. O islamismo é bem comum em ambos os países, bem como as crenças tradicionais envolvendo espíritos. Entretanto, a Tanzânia foi o primeiro lugar onde Agustinus viu várias pessoas aceitarem a Jesus como seu Salvador ao mesmo tempo - um dia ele testemunhou 20 conversões.

“Minha parte favorita foi quando eu vi um muçulmano confessar a Jesus,” disse Agustinus. “Como se alguém estivesse procurando por algo realmente importante em suas vidas e então descobrem que o que estão procurando se encontra em Jesus. Eles ficam tão felizes quando encontram o que procuram. Eu vi isso numa comunidade muçulmana quando eles encontraram Jesus.”

 

 

“Você precisa ir”

 

“A minha família não entende porque estou envolvido em missões. Para eles é tão longe eu ir para outros lugares como a África,” disse Agustinus. “[Para as pessoas que dizem que eu deveria ficar na Indonésia]: um missionário de outro país veio ao nosso país. Você acha que eles não tiveram problemas em seu próprio país? Eles também tiveram problemas. Eles ainda tinham pessoas que não acreditavam em Jesus, mas mesmo assim foram para outro país. Você não pode dizer: ‘Por que você precisa ir para outro país se no seu país ainda existem muitas pessoas que não creem?’ - se Deus está te chamando para ir para outro país, você precisa ir.”

 

“Eu agradeço a Deus pelo que posso fazer em ministério, é só por causa de Deus,” disse Agustinus. “É incrível o que Deus tem feito na minha vida.”

 

Texto original

 

O papel da OM na Igreja é mobilizar pessoas para compartilharem o conhecimento de Jesus e seu amor com cada geração em cada nação. A OM é pioneira e lidera iniciativas para resgatar vidas, reconstruir comunidades e restaurar um objetivo em mais de 110 países.

Compartilhar
Compartilhar
Curtir
Please reload

Notícias em destaque

Lutando contra a pobreza do conhecimento bíblico

May 31, 2019

1/7
Please reload

Notícias recentes

October 30, 2019