NOTÍCIAS

Flashback de um naufrágio

March 1, 2019

Por OM Ships

Tradução de Liliane Nascimento

 

Assim que o Logos Hope foi aberto ao público em Valparaíso, os tripulantes ouviram falar que a cidade é conhecida por seus prédios pintados, bondinhos e é apelidada de "A jóia do Pacífico". É também a cidade que viu a primeira biblioteca pública do Chile, primeiro telégrafo no continente latino-americano e tem o mais antigo jornal em espanhol do mundo, El Mercurio de Valparaiso, que enviou um de seus jornalistas à cerimônia de abertura do navio.

 

O Diretor de Eventos Públicos, James Edginton (Reino Unido), recebeu convidados na cerimônia de abertura do navio e lembrou a história especial da organização com o Chile: “Foi há 31 anos que, em nossa maior necessidade, sua marinha ajudou nosso primeiro navio, Logos, quando ele encalhou na costa sul do Chile. ”O navio ficou preso em rochas no famoso Canal de Beagle e teve que ser abandonado quando a água começou a subir. Todos os tripulantes sairam ilesos e foram levados para uma base naval chilena. James acrescentou: "Nós seremos eternamente gratos pelo serviço que seu país nos prestou naquele dia."

 

A liderança do Logos Hope explicou que o gabinete do prefeito ajudou muito na visita do navio à cidade. Em um discurso, o conselheiro Luis Soto chamou o navio de "nações unidas flutuantes". O sr. Soto estava representando o prefeito de Valparaíso, que visitou a embarcação mais tarde naquele dia.

 

Um dos convidados de honra, o Chefe de Estado, Major da Primeira Zona Naval e Capitão da Frota, Raúl Zamorano, mencionou uma coincidência inesperada. “Eu estava servindo em 1988 e foi um privilégio para mim fazer parte do resgate do Logos.” Várias pessoas na plateia mostraram-se surpresas ao ouvir isso.

O capitão Zamorano continuou: “Este navio é uma biblioteca flutuante, mas ainda mais, é um navio humanitário que visa compartilhar solidariedade e esperança entre muitos países. Eu parabenizo vocês pelo trabalho voluntário. Vocês serão sempre bem-vindos em nossos portos e espero que a próxima visita seja antes de 15 anos!”, disse ele, referindo-se ao período de tempo desde que um navio visitou pela última vez o país.

Os atuais tripulantes do Logos Hope ficaram fascinados em encontrar alguém com uma conexão tão grande com a história dos navios da organização e apreciaram ouvir a  experiência diretamente do Capitão Zamorano.

 

Texto original aqui

 

O papel da OM na Igreja é mobilizar pessoas para compartilharem o conhecimento de Jesus e seu amor com cada geração em cada nação. A OM é pioneira e lidera iniciativas para resgatar vidas, reconstruir comunidades e restaurar um objetivo em mais de 110 países.

 

Tags:

Compartilhar
Compartilhar
Curtir
Please reload

Notícias em destaque

Lutando contra a pobreza do conhecimento bíblico

May 31, 2019

1/7
Please reload

Notícias recentes

October 30, 2019

October 6, 2019