NOTÍCIAS

Vendo a igreja iraniana crescer... na Sérvia

December 16, 2018

Por Nicky Andrews

Tradução de Rodrigo Mendes

Revisão de João Marcos Hansen

 

O líder de campo da OM na região dos Bálcãs, Volker Sachse, não chora facilmente. Mas nos últimos três ou quatro anos, ele foi muitas vezes levado às lágrimas pela situação dos refugiados que conheceu na Sérvia. A OM desempenhou um papel humanitário significativo em um dos campos administrados pelo governo desde que a "crise de refugiados" na Europa que se intensificou em 2015.

 

Hoje, no entanto, são lágrimas de alegria que iluminam os olhos de Volker, quando ele descreve quantos refugiados do Irã estão se voltando para Jesus durante um movimento mundial de Deus entre os iranianos.

 

“Para mim é um privilégio testemunhar o Senhor tocando tantos iranianos na Sérvia, inclusive no campo onde a OM trabalha”, ele compartilha. Comentando a missão da OM de ver comunidades vibrantes de seguidores de Jesus entre os menos atingidos, Volker diz: “Isso é exatamente o que vejo acontecendo na Sérvia entre os iranianos! Eu gostaria de contar ao mundo sobre pessoas e eventos que poderiam ser da igreja do primeiro século.”

 

 

Batismo de refugiados na Bulgária

 

Volker conta a história de um iraniano, Ali*, que vive na Bulgária, que desempenhou um papel estratégico no trabalho de Deus nos Bálcãs. Ali tem cerca de 50 anos de idade, mas quando era jovem, tornou-se um veterano da guerra entre Irã e Iraque e depois perseguiu uma vida de extrema violência nas gangues de drogas de Teerã.

 

Quando a revolução islâmica eclodiu, Ali fugiu para a Bulgária e tornou-se fortemente envolvido no submundo como um grande traficante de drogas. Condenado por assassinato, ele foi enviado para a prisão. Lá, ele foi convertido por um pastor búlgaro visitante e imediatamente começou a pregar para seus companheiros de prisão, muitos dos quais aceitaram a Jesus como Senhor.

 

Ali foi libertado da prisão em 2015, assim como uma nova onda de refugiados do Oriente Médio entrou na Bulgária a partir da Turquia - uma nova rota devido ao fechamento de outras fronteiras. Ali começou a pregar o evangelho a todos os refugiados iranianos que ele conheceu e muitos responderam chegando a ser batizados imediatamente, enquanto ainda seguiam para o oeste, atravessando ilegalmente a Sérvia.

 

Um dos contatos de Ali que aceitou Jesus em 2016 foi Farzad*. Ali lhe deu sua primeira Bíblia e o apoiou quando Farzad foi batizado por um pastor búlgaro.

 

"Farzad se tornou uma figura muito importante em toda essa história", diz Volker. Farzad fora artista e fotógrafo em Teerã e, como pai solteiro e divorciado, levara consigo seu filho bebê para a Bulgária. Como muitos outros, Farzad esperava ir para a Alemanha, mas depois de deixar a Bulgária, viu-se preso em um campo de refugiados sérvio quando a fronteira com a Croácia foi fechada. Aconteceu de ser o acampamento perto de Sid, onde sob a direção de Volker, a OM administra uma tenda de encontros comunitários e serviços de lavanderia.

 

 

Encorajado por um sonho, agora fazendo networking para o reino de Deus

 

Volker conheceu Farzad nos últimos dois anos e viu como Deus o usou para compartilhar o amor de Deus com outros iranianos na Sérvia.

 

No outono de 2016, quando Farzad entrou no campo em Sid, ele testemunhou para um grupo de outros iranianos no campo, mas foi cauteloso sobre como o fez - na época, a presença de muitos muçulmanos rigorosos no campo criou uma atmosfera que tendia para inibir os crentes iranianos de se identificarem abertamente como cristãos ou se reunirem para orar ou estudar a Bíblia.

 

No ano passado, porém, vários dos muçulmanos mais rigorosos se mudaram para outros campos na Sérvia e muitos iranianos tomaram os seus lugares. Apesar de terem vindo de uma teocracia muçulmana, boa parte desses iranianos eram surpreendentemente de estilo e perspectiva liberais, aprendeu Farzad. Embora houvesse agora uma atmosfera mais aberta em relação ao cristianismo no campo, Farzad estava preocupado com outro pensamento: como ele ainda nutria esperanças de chegar à Europa ocidental, ele deveria tentar atravessar a fronteira para a Croácia de alguma forma?

 

Ele sabia que a maioria das tentativas resultava em fracasso, mas muitas pessoas ainda queriam experimentar “O Jogo”, como chamavam. Até o pessoal do governo sérvio no campo se perguntava abertamente por que Farzad ainda não tentara cruzar a fronteira próxima.

 

Então, em uma noite no outono de 2017, Farzad teve um sonho poderoso. No dia seguinte ele enviou uma mensagem para Volker. "Farzad viu uma estrada cheia de pessoas caminhando para algum lugar bonito", diz Volker. “Mas seus próprios pés simplesmente não se moviam, ele estava enraizado no local. Ele sentiu que o sonho era de Deus dizendo-lhe para ficar onde estava.

 

Essa percepção de que Deus o queria onde ele estava, levou Farzad a tornar-se mais ousado em pregar e discipular, tanto em seu farsi nativo quanto em inglês. Ele encorajou os crentes de todas as nacionalidades a se reunirem para comunhão e estabeleceu muitos contatos cristãos na diáspora iraniana em todo o mundo usando as mídias sociais.

 

De repente, no início de dezembro de 2017, as autoridades do campo anunciaram que estavam levando Farzad, seu filho e outros dois pais solteiros e seus filhos para um acampamento a mais de 160 quilômetros de distância, perto da fronteira romena.

 

"Isso teve um efeito como os apóstolos sendo espalhados no Livro de Atos!", exclama Volker, acrescentando que Farzad testemunha incansavelmente para a mesma mistura de nacionalidades e, usando as mídias sociais, falava aos iranianos no resto da Sérvia. “Realmente, todo mundo o conhece!”, ri Volker.

 

 

Um voluntário especial da Alemanha

 

Na rede de Farzad encontramos Ramin*, um alemão nascido no Irã que agora é pastor de uma igreja persa na Alemanha, ligada a uma organização que trabalha no reino de Deus entre os iranianos. Ramin contatou Volker e tornou-se um dos voluntários que trabalha na tenda comunitária da OM na Sérvia. Em agosto de 2018, ele liderou estudos bíblicos e reuniões de oração para crentes iranianos na tenda por cinco dias, das 9:00 até as 18:00. Cinco pessoas compareceram ao estudo bíblico do primeiro dia e o número subiu para 20 no quinto dia.

 

"Havia um muçulmano iraniano que apareceu apenas para atrapalhar e criticar, mas entregou a vida a Jesus no último dia", recorda Volker.

 

Entretanto, ele compartilha que há necessidade contínua de nutrir os jovens crentes para uma maior maturidade. “Então, estou muito animado com a possibilidade de ministrar um curso intensivo de treinamento em discipulado para até oito crentes iranianos durante cinco dias, o que seria repetido para um segundo grupo de oito,” diz Volker.

 

O curso, ainda este ano, seria realizado por uma igreja próxima em Sid e liderado por Ramin e outros da organização com quem trabalha. O treinamento seria destinado a equipar os cristãos para o lançamento de uma plantação de igreja no acampamento.

 

 

Deus ama todo mundo

 

Em agosto, Farzad viajou horas de ônibus para se encontrar com Volker. Farzad disse-lhe: “Quando me tornei crente, pela primeira vez soube que Deus me amava, mas não conseguia compreender que ele ama a todos, até aos seus inimigos. Mas nos meus dois anos vendo a OM em ação, eu sei que Deus ama a todos...” e então ele chorou. "E eu chorei também", diz Volker.

 

Louve a Deus pela abertura dos iranianos ao evangelho e pelo crescente número de crentes iranianos nos campos de refugiados na Sérvia. Conforme a OM coordena o curso de discipulado, ore para que as finanças e voluntários se encaixem.

 

Ore também para que Deus conduza Farzad e seu filho para um futuro e lugar seguros. Por fim, ore para que Deus levante mais trabalhadores de longo prazo para participar do trabalho da OM na Sérvia.

 

*Nome alterado

 

Texto original

 

O papel da OM na Igreja é mobilizar pessoas para compartilharem o conhecimento de Jesus e seu amor com cada geração em cada nação. A OM é pioneira e lidera iniciativas para resgatar vidas, reconstruir comunidades e restaurar um objetivo em mais de 110 países.

Compartilhar
Compartilhar
Curtir
Please reload

Notícias em destaque

Lutando contra a pobreza do conhecimento bíblico

May 31, 2019

1/7
Please reload

Notícias recentes

October 30, 2019