NOTÍCIAS

Acredite e Vá

December 12, 2018

Por Nicole James

Tradução de Rodrigo Mendes

Revisão de João Marcos Hansen

 

Joelma (Brasil) começou a trabalhar com a OM no Camboja em 2017. Ela ensina aulas de violão e ukulele no centro da Mercy Team International (MTI). A maioria dos estudantes moram em favelas próximas e vasculham o lixo para sustentar suas famílias, ganhando de 1 a 50 dólares por dia. As oportunidades educacionais proporcionadas pela OM MTI oferecem aos alunos um caminho para um futuro melhor e lhes dão a chance de aprender e experimentar o amor de Deus.

 

 

Por que você veio ao Camboja?

 

Joelma: Eu comecei meu ministério na OM Brasil e lá ouvi sobre o trabalho no Camboja. Este é um país que é 95% budista, então Deus começou a me pressionar e falar ao meu coração sobre a necessidade de mais pessoas mostrarem Sua luz aqui.

 

 

O que você aprendeu enquanto trabalhava no Camboja?

 

Joelma: Aprendi a ser paciente comigo mesma porque aprender outra língua e outra cultura leva tempo. A cultura daqui é totalmente diferente da minha, mas há coisas boas na cultura daqui que podemos comparar com a Bíblia. Por exemplo, a maneira como eles honram seus pais aqui no Camboja é uma coisa boa. Eu aprendi muito com a maneira como eles respeitam as pessoas mais velhas e se respeitam entre si. As pessoas são muito hospitaleiras e tentam me ajudar. Eles me incentivam e me ajudam com aulas de Khmer, para que eu possa aprender melhor a língua.

 

 

Que oportunidades de ministério você tem?

 

Joelma: Eu comecei a dar aulas de violão para ajudar as crianças a entender um pouco mais de inglês. Eu uso muitas músicas de adoração e ensino versos da Bíblia nas canções. As crianças cantam e esta mensagem permanece em seus corações. Também dou aulas de artesanato para eles e lhes ensino mais princípios da Bíblia - não apenas para mostrar Jesus, mas também para ensiná-los a viver bem com seus pais e em seu ambiente.

 

 

Quais diferenças culturais você já experimentou?

 

Joelma: Eu sou brasileira e nós gostamos muito do toque físico. É muito comum no Brasil as pessoas tocarem homens, mulheres e crianças; nós sempre nos beijamos e nos abraçamos. Aqui, as pessoas mantêm uma distância e se curvam umas às outras. Isso foi um pouco difícil para mim, mas eu já estou me acostumando. Deus é muito bom para mim porque me deu as crianças e aqui elas gostam muito de te abraçar.

 

 

Como o budismo afeta a vida das pessoas?

 

Joelma: A visão budista no Camboja é muito diferente da visão cristã. Sua visão de mundo não é que as pessoas vão para o céu ou para o inferno, mas para elas, a vida é apenas um ciclo. O objetivo de um budista é viver bem na terra para ter um bom karma. Eles não querem viver para sempre no céu [com Deus]; eles querem desaparecer. Eles acham que o cristianismo é uma religião para os estrangeiros. Eles respeitam diferentes religiões, mas não querem acreditar em Cristo porque acham que terão problemas com seus deuses.

 

 

Como você incentivaria os latinos a envolver os menos atingidos?

 

Joelma: A América Latina é quase toda cristã. Hoje temos cerca de três bilhões de pessoas que ainda não conhecem Jesus. Aqui no Camboja temos 14.000 aldeias sem igreja. Encorajo os latino-americanos a enxergarem os países não alcançados através do evangelho. Muitas pessoas que têm um chamado para missões desistem porque a igreja não as apoia financeiramente, mas Deus provê. Não desista, persista no que Deus está lhe chamando e vá! Apenas acredite e vá.

Nicole James é uma viajante mundial e escritora da OM International baseada nos EUA. Ela é apaixonada pela parceria com os crentes para comunicar as maneiras pelas quais Deus está trabalhando em todo o mundo. Em seu tempo livre, você vai encontrá-la andando de bicicleta, num barco a remo ou se aconchegando com café e um bom livro.

 

Texto original

 

O papel da OM na Igreja é mobilizar pessoas para compartilharem o conhecimento de Jesus e seu amor com cada geração em cada nação. A OM é pioneira e lidera iniciativas para resgatar vidas, reconstruir comunidades e restaurar um objetivo em mais de 110 países.

Compartilhar
Compartilhar
Curtir
Please reload

Notícias em destaque

Lutando contra a pobreza do conhecimento bíblico

May 31, 2019

1/7
Please reload

Notícias recentes

October 30, 2019