NOTÍCIAS

Amor e Casamento, o caminho de Deus

February 5, 2018

 Por OM Internacional

Tradução de Rodrigo Mendes

Revisão de Jéssica Ferri

 

Quando David e Samuel entraram pela primeira vez na aldeia remota, foi muito difícil para eles viverem e compartilharem o evangelho. "Levaram muitas horas de trekking para chegar à aldeia, a comida era muito diferente daquilo que geralmente comemos e a lingua às vezes era difícil de entender", disse David, um trabalhador da OM local que morava em uma aldeia remota no alto nas montanhas do Himalaia desde o início de 2017.

 

Apesar desses desafios, David e Samuel sabiam que Deus queria que eles estivessem lá. Um dia, cinco homens entraram na aldeia e pediram para se hospedarem com os trabalhadores da OM durante a noite. Enquanto na cultura do sul da Ásia é comum acolher estranhos em casa, David e Samuel ficaram desconfortáveis com o comportamento inquieto dos homens.

 

"Começamos a questioná-los sobre o propósito deles de virem para a aldeia", disse Samuel.

 

Quatro homens continuaram a dizer que haviam ido apenas para visitar. No entanto, o quinto homem começou a explicar que na verdade eles tinham ido para sequestrar Kavita*, uma adolescente da aldeia. Queriam levá-la para a aldeia a qual eles pertenciam para que a menina se casasse com um deles.

 

A prática do casamento forçado é muito comum e aceita nas aldeias, já que as jovens são levadas fisicamente contra a própria vontade por qualquer homem interessado em se casar com elas. Embora os pais de uma menina se sintam desconfortáveis no início, eles nunca tentarão levá-la de volta porque é contra a cultura fazer tal coisa. Se a família tentasse trazê-la de volta para casa, eles perderiam sua reputação, o respeito dos vizinhos e a chance da filha poder se casar com alguém.

 

No entanto, os trabalhadores da OM, através dos ensinamentos bíblicos, sabiam que esse não era o caminho de Deus para o amor e o casamento. Davi explicou aos homens que: "As mulheres não são como animais, que você pode forçar a fazer o que quiser. Elas são seres humanos e não devem ser tomadas contra a vontade delas”, disse.

 

Samuel então lhes mostrou na Bíblia o caminho certo para se casar e o propósito do casamento. "A mulher deve amar o homem, e esse deve amá-la também. O casamento não deve ser forçado, porque o amor é uma escolha", disse Samuel.

Depois de compartilhar esse aspecto do casamento e como a Bíblia define o amor, os homens imediatamente disseram que não iriam sequestrar Kavita. David e Samuel ficaram extremamente surpresos com a compreensão imediata e a mudança em seus corações, mas eles ainda não acreditavam plenamente nos homens.

 

"Nós acordamos cedo na manhã seguinte e vimos que os homens tinham partido. Quando fomos ver se Kavita estava em casa, ficamos mais uma vez surpresos, mas muito felizes, por vermos que ela ainda estava em casa", disse David.

 

Sem demora, David e Samuel explicaram tudo para Kavita e como Deus a salvou. Kavita também ficou extremamente surpresa e sentiu-se abençoada, pois Deus a protegeu de um casamento que ela não teria desejado. Ela finalmente começou a acreditar que Deus é real e tudo o que Ele disse está na Bíblia.

 

Kavita levou algum tempo para pensar sobre a verdade de que Deus é real e depois decidiu seguir Jesus e ser batizada. Alguns dias depois, David e Samuel encontraram o mesmo homem que queria sequestrar Kavita. Ele ficou feliz em ver os trabalhadores da OM e começou a contar-lhes o quanto seu coração havia mudado.

 

O homem admitiu-lhes que, após o encontro, percebeu que estava indo por um caminho ruim e sua compreensão do amor e do casamento estava errada. "Eu realmente acredito no que você disse e quero saber mais sobre Jesus", disse.

 

Muitas pessoas em aldeias remotas como essas, têm uma visão pouco saudável sobre o casamento, sobre o amor e os relacionamentos. Através da palavra de Deus a OM continua a preparar os trabalhadores para iluminarem as sociedades sobre o amor de Deus e seu poder de desenvolver casamentos saudáveis e transformar vidas e comunidades.

 

Ore por mudanças piedosas em países onde as meninas são forçadas a casar desde uma idade jovem e onde as pessoas acreditam que os casamentos forçados são bons. Além disso, ore para que a palavra de Deus atinja essas pessoas e seus corações estejam abertos para aceitar a verdade.

 

*Nomes alterados

 

Texto original

 

O Sul da Ásia conta com uma família brasileira atuando.​

 

O papel da OM na Igreja é mobilizar pessoas para compartilhar o conhecimento de Jesus e Seu amor com cada geração em cada nação. A OM é pioneira e lidera iniciativas para resgatar vidas, reconstruir comunidades e restaurar a esperança em mais de 110 países.

Compartilhar
Compartilhar
Curtir
Please reload

Notícias em destaque

Lutando contra a pobreza do conhecimento bíblico

May 31, 2019

1/7
Please reload

Notícias recentes