NOTÍCIAS

Norte-africanos se preparam para ir ao Iraque

September 2, 2017

Por Jana Eller

Tradução de Elizane Mozer

Revisado por Jéssica Ferri

Foto de Kathryn Berry

 

O pai se alegrou! O hospital liberou seu bebê após a criança passar várias semanas entre a vida e a morte em uma unidade de terapia intensiva. O bebê estava bem e se juntaria a ele e a esposa em casa, são e salvo. A alta do hospital ocorreu um dia depois de um pequeno grupo de estudantes cristãos orarem pela criança. O pai ficou tão maravilhado, que imediatamente começou a contar a todos que conhecia o poder milagroso de Jesus e seus seguidores.

 

Em resposta a esse evento, o pai começou um estudo bíblico. Ele mudou sua imagem de WhatsApp e de perfil do Facebook para algo relacionado a Jesus Cristo, contando a todos os membros de sua família sobre os feitos do Salvador. "A esposa, depois de uma semana, disse: ‘Ah, sim, começamos a chamá-lo de seguidor de Jesus’", explicou Azzam *, administrador da escola de plantio de igreja da OM na região.

 

O pequeno grupo de estudantes cristãos do norte da África havia superado a divisão cultural e religiosa entre cristãos e muçulmanos. Essa divisão pode tornar o ministério na região difícil, e os líderes do ministério frequentemente precisam de treinamento extensivo para superar as diferenças de forma construtiva.

 

"Quando você pula de uma cultura cristã para uma cultura muçulmana, há muito que você pode aprender", disse Azzam *.

 

Conforme a OM se concentra no plantio de igrejas entre os grupos de pessoas menos alcançadas ao redor do mundo, eles continuam a preparar missionários árabes para irem ao campo missionário através da escola de plantação de igrejas da OM.

 

"Temos uma região que tem a visão de servir a Cristo, para dar suas vidas a Cristo [mais] do que nunca. Ao mesmo tempo, temos lugares tão carentes, como nunca antes", explicou Azzam, se referindo às províncias menos alcançadas do Iraque.

 

 

Por que o Iraque?

 

Das 18 províncias iraquianas, apenas em seis delas acredita-se haver igrejas. Uma dessas províncias tem uma população de aproximadamente dois milhões de pessoas, mas possui apenas uma igreja com cerca de 40 crentes, de acordo com Azzam.

 

A escola de treinamento de plantação de igrejas "vem em um momento de grande necessidade. Mais pessoas [estão] dispostas a ir, e uma das necessidades é treinamento", disse Azzam.

 

 

Objetivos

 

A escola de plantação de igrejas da OM prepara árabes que têm um chamado específico para entrar nas áreas menos alcançadas do Iraque, com o propósito de desenvolver novas comunidades vibrantes de seguidores de Jesus. O programa centra-se em três objetivos: superar diferenças culturais, abrir conversas sobre religião e aprender a trabalhar em equipes ministeriais.

 

Para atingir esses objetivos, os estudantes passam por um treinamento de um ano. Os primeiros três meses são realizados em sala de aula, com palestras ministradas por experientes líderes de ministérios todas as manhãs. Nas tardes, os alunos vão à comunidade local para criar relacionamentos com as pessoas e conversarem sobre Jesus.

 

"Muitas das pessoas que visitamos têm ideias erradas sobre o cristianismo. Assim, através desta escola, aprendemos como criar relacionamentos com eles, e através deste relacionamento compartilhar o evangelho", disse Eisa *, um aluno atual na escola.

 

Os estudantes também fazem viagens para visitar campos de refugiados sírios. Isso os ajuda a obter uma compreensão mais profunda de como enfrentar o choque cultural em um nível prático. O Iraque é 95% muçulmano e menos de 1% cristão evangélico, de acordo com a Operação Mundo, por isso, de acordo com os líderes, entender como agir em um ambiente similar continua essencial para a formação do aluno.

 

"Nós fazemos visitas aos campos de refugiados sírios com os alunos e os ajudamos a descobrir a cultura, uma língua diferente", disse Hayda *, líder na escola.

 

De acordo com Mahir, um estudante da escola, criar relacionamentos é o primeiro passo. "Nós sabemos como criar relacionamentos com pessoas que têm muitos problemas e estão sofrendo. Então, primeiro nós desenvolvemos um relacionamento com eles e então falamos sobre o trabalho de Deus. Isso começará a tocá-los".

 

 

Equipes

 

Além de aprender cultura e religião, os alunos também aprendem como trabalhar nas equipes do ministério de plantação de igrejas. Azzam explica que muitos desses alunos serviram dentro de suas igrejas-lares. Segundo ele, aprender a trabalhar com outros em um novo ambiente pode apresentar seus próprios desafios. Ao fazerem visitas e ministrações juntos, os alunos são desafiados a trabalharem em equipe para desenvolver uma comunhão vibrante em um contexto estrangeiro.

 

"Precisamos de equipes, especialmente se as pessoas estão indo para lugares onde não há igrejas, para onde realmente queremos enviá-las", disse Azzam. "Então eles aprendem essas questões de como resolver conflitos, como cuidamos de nós mesmos e de como trabalhamos em equipe".

 

Uma vez que os alunos completam os primeiros três meses, eles fazem uma curta viagem ao Iraque antes de se juntarem a uma equipe local por mais nove meses. Isso os ajudará a aprender como praticar o conhecimento em situações diárias antes de se dirigirem ao Iraque por quatro anos.

 

 

Desafios e encorajamento

 

Para ir ao Iraque os estudantes precisam de fundos. No entanto, encontrar apoio para enviar um missionário para o campo em longo prazo tem se mostrado um dos maiores desafios. Como resultado, a OM tem parcerias com organizações globais e igrejas para ajudar a financiar despesas desses alunos.

 

As igrejas locais iraquianas se mobilizaram para ajudar também. "Nós vemos a igreja iraquiana querendo fazer o possível para abrir caminho para outros trabalhadores árabes no ministério", disse Azzam *. “Também tem sido uma alegria real ver como, de certo modo, temos tantas pessoas orando e algumas contribuindo financeiramente, se encaixando em nossa pequena equipe".

 

“Há pessoas que vêm dessa escola e estão indo trabalhar no campo missionário", disse Nadir *, um líder na escola de plantação de igrejas. "Há muitas pessoas nesta área que nunca ouviram o evangelho e através dessa escola o evangelismo tem acontecido em uma escala muito maior".

 

Ore pelos alunos, alguns abandonaram bons empregos e deixaram suas famílias em nome do evangelho. Peça a Deus que forneça vistos para a residência de longa duração para os plantadores de igrejas no Iraque.

 


Texto original aqui.

 

O papel da OM na Igreja é mobilizar pessoas para compartilhar o conhecimento de Jesus e Seu amor com cada geração em cada nação. A OM é pioneira e lidera iniciativas para resgatar vidas, reconstruir comunidades e restaurar a esperança em mais de 110 países.

Compartilhar
Compartilhar
Curtir
Please reload

Notícias em destaque

Lutando contra a pobreza do conhecimento bíblico

May 31, 2019

1/7
Please reload

Notícias recentes

October 30, 2019