NOTÍCIAS

Viajante de Curto Prazo por um Longo Período

September 5, 2017

Por Nicole James

Tradução de Tayza Garcia

Revisado por Jéssica Ferri

 

"Ir a uma viagem de curta duração expande sua mente, sua vida de oração e seu mundo", diz a missionária de curto prazo, Sandy*, dos EUA.

 

Sandy sabe disso melhor do que a maioria, já que fez 25 viagens de curta duração para a Turquia ao longo de 31 anos. No início, suas viagens duravam cerca de um mês por vez. Então ela aumentou para três meses por vez. Este ano, ela se comprometeu de gastar nove meses na Turquia.

 

Como ela consegue ficar tanto tempo fora de seu trabalho como enfermeira nos Estados Unidos?

 

"Todo mundo tem férias, certo?", ela sorri. À medida que se tornou mais velha e mais financeiramente segura, ela também aumentou o tempo que gastava servindo no campo.

 

Deus deu a Sandy um coração pela Turquia quando o trabalho do marido com os militares levou-os lá por dois anos. Ela queria compartilhar o evangelho com as pessoas, mas não tinha certeza de como começar. Foi quando ela conheceu alguns missionários de longo prazo da OM que a colocaram para trabalhar usando as habilidades que ela possuía.

 

As habilidades criativas de Sandy permitiram que ela ajudasse em ministérios como o de evangelização musical e pintura. Recentemente, ela tem ajudado crianças refugiadas a se expressarem através da arte. Ela também planeja pintar um mural da Arca de Noé e o arco-íris no centro de crianças para representar a esperança após a tempestade.

 

Mas de uma forma mais prática, ela também ajuda em clínicas de enfermagem, em auxílio a vítimas de terremotos e até mesmo lavando pratos e cozinhando refeições para um retiro da igreja turca.

 

Embora seu turco seja limitado, ela dá folhetos a cada garçom, taxista e comerciante que ela conhece, e ela sempre carrega uma bíblia extra em sua bolsa.

 

"Quando eu era uma nova convertida, eu ouvia: “ore por esses caras na Ucrânia, esses caras na Polônia, esses caras no México”. Eu não conseguia continuar todas essas orações", ela confessa. "Então, adotei esse país e me vi como uma intercessora. Conheço esse país. Conheço essas cidades e essas pessoas. Conheço os ministérios aqui. Eu sempre oro por eles e posso ver o fruto das minhas orações e dos meus trabalhos dessa forma".

 

Quanto mais Sandy orava e via as necessidades do país e as necessidades do país dos missionários de longo prazo, mais ela enxergava o que poderia fazer para ajudar.

 

"Os missionários de longo período precisam de incentivo. Eles precisam de apoio", ela compartilha. "Quando eles me veem, para eles é como 'Oh, sim, o mundo não se esqueceu de nós'".

 

Como os trabalhadores de longo prazo têm uma melhor compreensão do idioma, ela diz que os de curto prazo podem ajudar fazendo algumas das pequenas tarefas para liberar seu tempo.

 

"O pastor não deve estar esperando em mesas", diz ela. "Há todos os tipos de ‘espera em mesas’, como transportar equipamentos, pintar a igreja, ajudar com programas infantis, pra liberar o pessoal de longo período para poder conversar com as pessoas".

 

Como ela passou tanto tempo na Turquia, algumas pessoas questionaram porquê ela não se tornava uma trabalhadora de longo prazo.

 

"Eu acho que é valioso vir por alguns meses a cada vez, porque a partir daí você também pode ser um embaixador em casa", explica ela. "Tenho muitas oportunidades para compartilhar com as pessoas, incluindo os não crentes, sobre o que estou fazendo".

 

Ela também abriu as portas para a igreja nos Estados Unidos enviar equipes para a Turquia para servir. Ela espera que algumas dessas viagens de curto prazo revelem pessoas com chamados de longo prazo.

 

"Nosso pastor trouxe toda a família com quatro filhas", ela compartilhou. "Que ótimas férias familiares! Você está servindo e você está vendo lugares legais. Nós sempre devemos pensar em servir a Deus. Eu não gostaria de usar minhas férias de outra maneira".

 

*Nome alterado por questões de segurança.

 

Texto original aqui.

 

A OM na Turquia conta com uma família de missionários brasileiros atuando.


O papel da OM na Igreja é mobilizar pessoas para compartilhar o conhecimento de Jesus e Seu amor com cada geração em cada nação. A OM é pioneira e lidera iniciativas para resgatar vidas, reconstruir comunidades e restaurar a esperança em mais de 110 países.

Compartilhar
Compartilhar
Curtir
Please reload

Notícias em destaque

Lutando contra a pobreza do conhecimento bíblico

May 31, 2019

1/7
Please reload

Notícias recentes