• OM Ships

Uma Páscoa singular a bordo


#Jamaica A tripulação do Logos Hope, durante o final de semana da Páscoa, com o navio ainda fechado para o público, lembrou a morte, e, acima de tudo, celebrou a ressurreição de Jesus.


As celebrações começaram na quinta- feira, à noite, com a comunidade do navio participando de um tradicional jantar de Páscoa. Foi algo novo para a maioria dos voluntários de tantos países. Os que participaram pela primeira vez, disseram que tinham conseguido entender melhor algumas das tradições e costumes dos judeus, bem como algumas passagens sobre a Páscoa que eles tinham lido na Bíblia.


Depois de um tempo de louvor, os tripulantes cearam juntos e voltaram no tempo, para entender e refletir sobre a Última Ceia de Jesus com os apóstolos. Levando em conta a enorme variedade cultural da nossa comunidade de tripulantes, novos leituras e significados sobre os elementos da comida em relação a Cristo foram compartilhados.


A tripulação manteve a tradição de celebrar a Sexta-Feira Santa, no entanto algumas alterações foram necessárias, como a adoção do distanciamento social, que contribuiu para assegurar a segurança de todos a bordo. Uma dramatização dos eventos em torno da morte de Jesus foi apresentada. Tae-Hee Um (Coréia do Sul), um dos idealizadores do evento, explicou como tudo foi preparado.


"A peça foi encenada no ano passado, com menos detalhes. Eu estava servindo por curto prazo no navio, então. Dessa vez, entretanto, eu conversei com outros tripulantes para chegarmos a um formato no qual pudéssemos, efetivamente, envolver a comunidade do navio no projeto. A ideia era de uma encenação poderosa em que a tripulação, realmente, se sentisse como se tivesse sido eles mesmos que tinham crucificado Jesus", disse ele.


A produção viu 30 pessoas criarem uma experiência interativa e impactante para o restante de seus companheiros de navio. Os participantes resinificaram os últimos momentos de Jesus antes de sua assunção, repercutindo, na representação, áreas de suas próprias vidas nas quais sentiam que precisavam de perdão e ponderação. Notas referentes a essa reflexão pessoal de cada ator foram pregadas em uma cruz. A dramatização levou muitos às lágrimas, com a equipe dizendo que a experiência tinha sido intensa – até mesmo "de partir o coração" – uma maneira de refletir sobre como eles se voltaram para Deus de novo.


As atividades da Páscoa culminaram em um culto de domingo no convés aberto do navio enquanto, ao fundo, o sol se erguia sobre Kingston. A atmosfera mudou de lembrança sombria da morte para uma celebração alegre da ressurreição de Cristo. Embora impossibilitada, por enquanto, de compartilhar as Boas Novas para além do navio (de acordo com as medidas preventivas do Coronavírus), a comunidade Logos Hope foi fortalecida e renovada – individual e corporativamente – enquanto celebrava o evangelho que é a rocha que sustenta sua fé e, sobretudo, o fundamento para seu chamado.


Tradução por Orlando Silva

Revisado por Eunice L. Amaro

Texto original aqui.

NOTÍCIAS

INSPIRE-SE

Notícias de Missões

Blog

CONTATO

(12) 3945-0047

comunicacao.br@om.org

CONTRIBUA

Online, clique aqui

Depósitos:

Banco Bradesco

Agência 0225-9 - Conta Corrente 20.311-4

  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Instagram Ícone
  • Grey Twitter Ícone
  • Cinza ícone do YouTube

Copyright 2020. Operação Mobilização Brasil. Todos os direitos reservados. comunicao.br@om.org