Servindo à mesa deles


#ReinoUnido Há apenas quatro meses, cerca de 50 pessoas frequentavam a igreja de língua turca que Deniz, que é um obreiro da OM em Londres, lidera. Desde que o Reino Unido entrou em confinamento para conter a propagação da COVID-19, até 1.600 pessoas sintonizaram o serviço transmitido ao vivo todos os domingos. Deniz diz: "Esta é uma das maiores oportunidades que temos para alcançar pessoas não alcançadas com o evangelho. Nunca estive tão ocupado com telefonemas, novas mídias sociais, escrever e gravar sessões on-line."


A maioria das pessoas não pensa no Reino Unido como não alcançado", explica Deniz. No entanto, há milhares de turcos, no Reino Unido, que não conhecem o amor de Cristo. Ter uma população tão significativa de pessoas não alcançadas no Reino Unido representa uma grande oportunidade para compartilhar o evangelho. Dito isto, obreiros como Deniz estão encontrando alguns obstáculos. Como muitos membros da comunidade turca falam inglês precariamente, eles têm dificuldades para encontrar empregos que paguem um salário justo e onde não sejam forçados a trabalhar horas extras para se sustentarem. "Eles trabalham até 12 horas por dia e, às vezes, sete dias por semana", diz Deniz. Isso deixa pouco tempo para descanso, muito menos para a vida espiritual e crescimento.


Há desafios entre os crentes turcos também. Deniz descobriu que muitas pessoas que vêm para o Reino Unido como cristãos vêm de origens teológicas instáveis. Embora os crentes não devessem mais seguir falsos ensinamentos, equívocos profundamente enraizados podem significar que eles são incapazes de se sustentar espiritualmente e podem ser muito dependentes de obreiros estrangeiros.


"Então, o que estamos fazendo é tentar instruí-los e incentivá-los a estudar as Escrituras por si mesmos, para que eles sejam capaze