• OM Ships

Sem necessidade de viajar para conhecer o mundo!


#Curaçao Os tripulantes do Logos Hope conseguiram realizar um evento comunitário pela primeira vez em muitos meses. O maior shopping de Curaçao foi palco de um projeto, chamado “Conheça o Mundo”. Seguindo protocolos de segurança, foi tudo socialmente distanciado.


"A ideia principal era compartilhar a importância da união face a diversidades", explica Ailin Longo (Argentina). "A bordo, voluntários de diferentes países, compartilham interesses diversos, por isso nos reunimos semanalmente para trocar experiências sobre nossos hobbies e aprender novas habilidades juntos. Chamamos esses grupos de entusiastas. Nesse dia, no shopping, mostramos nossos talentos para trazer alegria e esperança aos outros."


Normalmente, essa atividade, é realizada a bordo do navio, para visitantes. Pelo fato de o navio ainda permanecer fechado ao público, em razão de cuidados com a pandemia de COVID-19, o espaço local, em Willemstad, foi-nos oferecido. A tripulação animou-se para compartilhar cultura com as pessoas.


As encenações incluíam corais africanos e asiáticos, danças tradicionais da Escócia, México, Coréia e Caribe, uma performance de hip-hop e contar a história da notável jornada e objetivo do Logos Hope.


Consumidores e funcionários foram entretidos com um programa de uma hora de duração, com um funcionário dizendo: "Sabíamos do navio porque ele esteve aqui em 2017. O show foi incrível. Muitas pessoas me perguntaram se isso era algo que nós fazemos regularmente no shopping. Eles amaram!"


O evento foi realizado três vezes, com tripulantes que não estavam se apresentando em seus trajes nacionais para conversar com o público. Eles usavam máscaras faciais, de acordo com as diretrizes de saúde.


Gino Borst (Curaçao), que atua a bordo do navio há três anos, sediou o evento em seu país natal. "Mostramos união, apesar da diversidade, e isso é interessante para o meu povo, porque somos uma pequena ilha com muitas culturas diferentes, assim como a comunidade do navio", diz Gino. O espetáculo representa a vontade de aprender com outras culturas e tradições. A dança dos fãs coreanos, por exemplo, não foi apenas interpretada por coreanos, mas também por latino-americanos. É um observação de que algo bonito ocorre quando você decide trabalhar em equipe.


Tradução por Orlando Silva

Revisado por Eunice L. Amaro

Texto original aqui.

NOTÍCIAS

INSPIRE-SE

Notícias de Missões

Blog

CONTATO

(12) 3945-0047

comunicacao.br@om.org

CONTRIBUA

Online, clique aqui

Depósitos:

Banco Bradesco

Agência 0225-9 - Conta Corrente 20.311-4

  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Instagram Ícone
  • Grey Twitter Ícone
  • Cinza ícone do YouTube

Copyright 2020. Operação Mobilização Brasil. Todos os direitos reservados. comunicao.br@om.org