• OM International

Sacos de arroz trazem vida


#Camboja Como em outros países, a COVID-19 impactou o Camboja nos últimos meses. Muitas pessoas, em especial trabalhadores braçais, perderam seus empregos, e até mesmo aqueles cujos empregos são mais qualificados foram afetados.


É ocaso dos homens de negócios. A indústria de turismo entrou em colapso. Nas áreas rurais, as pessoas, podiam ao menos comer a comida produzida nas suas terras e, assim, amenizar a despesa geral, mas, em Phnom Penh, a capital, e em lugares onde as grandes fábricas estão, muitas pessoas não têm outros meios de provisão, até mesmo para a alimentação. Como muitos países não estão mais comprando ou importando produtos, a grande indústria têxtil do Camboja foi enormemente afetada. Desse modo, mesmo se as fábricas encontrarem meios de continuar a funcionar, elas perderam boa parte do mercado internacional.


Algumas famílias estão em uma situação desesperadora sem renda diária, pois não têm poupança, e o governo não está fornecendo recursos suficientes para todos. Algumas pessoas tiveram suas propriedades e casas confiscadas quando não pagaram seus empréstimos.


Durante a pandemia de COVID-19, a OM no Camboja têm permanecido aberta à comunidade à qual servem, adaptando suas horas e o fluxo de pessoas no escritório, para aderir às regras governamentais. A equipe está envolvida no ensino de higiene e cuidados preventivos contra o vírus nas favelas onde ocorre grande parte do ministério OM. Eles se reuniram com famílias individualmente fazendo visitas domiciliares, ajudaram a distribuir desinfetante e máscaras para aqueles que não podiam pagá-los e continuam aconselhamentos para muitos.


A comunidade confia na equipe da OM e procura seus membros para ajuda. Recentemente, devido ao desemprego, mais pessoas têm precisado de ajuda com alimentação, mais do que o normal.


Ao entrarem no escritório da OM, elas recebem muito mais do que um saco de arroz para sustentar sua família por um tempo. O pessoal da OM está comprometido com conversas e oferece a chance de os moradores compartilharem seus problemas em um ambiente seguro.


As visitas domiciliares também têm sido uma plataforma-chave para lidar com as preocupações familiares. As pessoas compartilharam com a equipe do OM questões que estão destruindo sua família, como a tensão de não encontrar trabalho, a incerteza do futuro e os hábitos de drogas e álcool dos membros da família. As famílias foram instruídas pelo governo a ficar em casa, mas, para muitas famílias grandes que vivem em bairros apertados, suas casas não são um lugar de refúgio. As tensões são altas, e os pais, especialmente, estão se voltando para medidas desesperadas para sustentar suas famílias.


A OM está em campanha no mundo inteiro para trazer socorro por impactos causados pelo COVID-19. Sua oferta e orações são muito bem-vindas e necessárias. Acesse www.om.org.br/covid para ofertar para campos em necessidade imediata.


Tradução por Orlando Silva

Revisado por Eunice L. Amaro

NOTÍCIAS

INSPIRE-SE

Notícias de Missões

Blog

CONTATO

(12) 3945-0047

comunicacao.br@om.org

CONTRIBUA

Online, clique aqui

Depósitos:

Banco Bradesco

Agência 0225-9 - Conta Corrente 20.311-4

  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Instagram Ícone
  • Grey Twitter Ícone
  • Cinza ícone do YouTube

Copyright 2020. Operação Mobilização Brasil. Todos os direitos reservados. comunicao.br@om.org