Roma não foi construída em um dia


"Faz sentido", disse Davide, um italiano que compartilha apaixonadamente o amor de Jesus com as pessoas em seu país de origem. "Vejo a necessidade e sinto um chamado para serví-los."


O designer gráfico cresceu em Roma, capital da Itália. Como filho de um pastor de uma igreja pentecostal, Davide aprendeu sobre o amor de Jesus por ele desde tenra idade. Ele foi batizado aos 12 anos e logo começou a compartilhar sobre o amor de Jesus nas ruas com seu grupo de jovens.


Como italiano nativo, ele conhece as necessidades das pessoas na Itália. A vizinhança e a igreja em que ele cresceu o influenciaram de várias maneiras e esse conhecimento o torna muito eficaz para alcançar seu próprio povo. "Ao longo dos anos, não sei se me tornei mais consciente ou se [as necessidades] estão crescendo, mas as vejo cada vez mais e elas se tornam cada vez maiores para mim", diz ele.


Embora Roma seja a capital do catolicismo, a maior igreja cristã, muitos de seus habitantes não entendem completamente a mensagem central do evangelho. A maioria dos italianos é católico e aprendem o que a igreja ensina em tenra idade. "Eles percebem que são pecadores, mas têm a resposta errada para resolver esse problema", explica Davide. “Eles tentam fazer boas ações, vão à igreja, etc... Conhecendo a Bíblia, sabemos que isso cria um outro problema, porque quanto mais você tenta, mais percebe que não pode se salvar.”


Isso torna muito difícil compartilhar o amor de Jesus com os italianos. "A imagem errada de Jesus é a maior barreira para chegar ao Jesus real", diz ele. “Aqui, as pessoas pensam que conhecem Jesus, mas a ideia que têm de Jesus não é biblicamente correta. Eles não procuram mais profundamente por Jesus, porque não acham que Ele é uma opção. ”


"A imagem errada de Jesus é a maior barreira para chegar ao Jesus real"