• OM no Brasil

Histórias ligadas por missões: 31 anos sendo missionária, 35 anos OM no Brasil

Vera, OMer brasileira, está muito feliz em contribuir com o Reino de Deus através da Operação Mobilização por mais de três décadas na ativa.


"Esteja à disposição de Deus.” Este é o principal conselho que Vera Silva, 61 anos, dá para todos aqueles que desejam iniciar sua trajetória missionária, em total dependência no Senhor.


Vera é natural do Rio de Janeiro, mas aos 14 anos se mudou para a Santos, São Paulo, onde iniciou sua jornada na OM em 1990, com a certeza de que era para aquele tempo que Deus a chamava. Seu desejo principal, no entanto, era servir na França. Mas seu coração entendeu que o que Deus havia para ela estava dentro dos Navios. "Deus me mostrou que era do jeito dele. Não do meu”, conta a missionária, enfatizando o texto de Isaías 60.


Ainda na década de 90, Vera se desloca para Foz do Iguaçu, no Paraná, para participar de uma conferência da OM. Logo depois vai para Petrópolis, no estado do Rio de Janeiro, para fazer o treinamento e trabalhar na base da OM. Quatro anos depois, em 1994, ela então embarca no Navio Logos lI. “Conheci o Logos através de uma equipe de line up que trabalhava no escritório da minha igreja. E ajudando o ministério da equipe, me encantei com toda estrutura da OM”, conta.


Vera viveu e viu muitos milagres a bordo, inclusive presenciar uma tormenta muito grande no mar, em que vários outros navios afundaram e ao chegar no porto pessoas se espantarem em ver que absolutamente nada havia acontecido com o Logos. Mas também não poderia deixar de mencionar seu testemunho vivo de um dos maiores milagres que Deus fez na vida dela. “Eu não podia ser mãe. Fui mãe com 41 anos. Desde adolescente eu sabia que eu não poderia ser mãe… era bem complicado. Mas quando fui ao médico, lá em Londrina, ele disse que isso não competia aos homens, mas sim a Deus. E ele nem era crente. Aí depois de 4 anos eu engravidei e tive o primeiro filho, Isaac, e depois o Cezar”, conta Vera, que conheceu seu marido Maury a bordo do Logos. Anos mais tarde, eles também embarcaram no Navio Doulos.


“Mas o testemunho forte mesmo é que quando o Cezar nasceu, o médico disse que não sabia o que o meu Deus havia feito, mas que eu estava mais nova que uma pessoa de 20 anos, que eu poderia ainda ter mais uns 10 filhos se eu quisesse”, relembra Vera, rindo da situação pois na idade em que ela estava, fisicamente já não havia condições de uma outra gravidez. Porém convicta de que naquele momento o poder de Deus foi glorificado e tanto o médico quanto a equipe puderam ver o grande feito do Senhor.


Missionária integralmente, hoje Vera reside na cidade de São José dos Campos, interior de São Paulo, com o marido e os dois filhos, atualmente com 18 e 19 anos de idade. Ela considera importante também envolvê-los no ministério integral. “Quando fomos para o Doulos eles eram crianças [com 4 e 5 anos], como família eles participaram muito. Hoje estão adolescentes”, conta. "Eles não falavam nada de inglês, mas todo Natal as crianças faziam uma apresentação para os adultos. E estavam eles lá, cantando e falando tudo em inglês. Então eu pude ver Deus agindo na vida deles também", relembra.


No ano em que a Operação Mobilização completa 35 anos no Brasil, Vera se vê realizada por ter dedicado sua vida ao ministério com toda a sua família. “Feliz por fazer parte do Reino e com o coração ainda cheio de desejo de continuar”, enfatiza Vera, que atualmente é responsável pela área de compras de materiais de escritório.


“Deus está querendo a nossa disposição. E eu coloquei para Deus isso, acreditando que se eu quero ser missionária é para toda vida, uma dedicação. A OM é uma organização que eu confio, que é séria. Esses 35 anos não foram fáceis, mas de muito aprendizado. Eu recomendo para muitos jovens. Acho que todo jovem deveria ter a experiência de ir para o Navio, porque é enriquecedor”, aconselha. "É uma satisfação muito grande fazer parte disto. Foi e é gratificante saber que estou na OM por obediência a Deus”, completa.


Vera também pontua que esses anos todos em campo não foram fáceis, mas que todo o aprendizado é recompensador. Ainda mais quando se está debaixo da vontade de Deus. “Eu só vou parar quando Deus me disser para parar”, finaliza.


Programação dos 35 anos

Nesta semana de comemorações, a OM no Brasil está sorteando uma camiseta MOB e um livro incrível do Andrew Scott - "Espalhe" - [" A ideia radical revelada em ESPALHE, é que " o que você já está fazendo" deve ser a melhor maneira de abrir portas para que você se junte a Deus em seu trabalho global.] Para participar, basta clicar aqui. O sorteio será realizado ao vivo em nossa Live de aniversário no nosso canal do Youtube, no dia 24 de julho, às 20h.

Posts recentes

Ver tudo

NOTÍCIAS