• OM International

Foco nos trabalhadores nacionais


#Internacional "Nosso objetivo é ter 50% de nativos em nossas equipes até o final de 2021", compartilhou o líder do trabalho da OM no Oriente Médio e norte da África. "A atual crise de covid-19 tem servido como um potencializador, bem como uma oportunidade para atingir esse objetivo, pois tornou-se mais difícil para voluntários viajarem e conseguirem vistos para vários países da região".


Obreiros de culturas próximas ou da mesma cultura têm, de longe, o maior potencial para se tornarem em plantadores de igrejas altamente eficazes, de acordo com o líder. As equipes da OM da região, portanto, concentram seus esforços, em especial, para motivar, treinar e desenvolver líderes locais, bem como para adaptar suas estruturas de acordo com as necessidades dos nativos. Isso inclui traduzir material de treinamento e expandir sua presença na internet em língua árabe. A OM também pretende desenvolver seis eventos regionais de língua árabe, TeenStreet para adolescentes cristãos locais. Quatro países já estão a bordo.


"Tal evento", explicou o líder, "ajuda adolescentes de origem cristã a desenvolver atitudes livres de desconfiança e animosidade com pessoas de outras origens religiosas. Descobrimos que o TeenStreet desenvolve comunidades e serve para estimular e construir uma nova geração de jovens nativos para alcançar seu próprio povo".


Um país da região tem um grande grupo de muçulmanos voltando-se para Cristo e desempenhará um papel fundamental no envio de árabes para países vizinhos. "O potencial desses cristãos em alcançar seus vizinhos é incrível", disse o líder. "A equipe da OM em terra é experiente e forte. A expectativa é ver muitos nativos cristãos se motivarem no ministério de plantio da igreja entre os povos do MENA".


Tradução por Orlando Silva

Revisado por Eunice L. Amaro

Posts recentes

Ver tudo

Esperando

NOTÍCIAS