Capaz de compartilhar amor


#Zâmbia “Eu era um ladrão. Pensei que eu fosse cruel demais para merecer o amor de Deus. Mas agora que minha vida foi tocada por ele, eu sou até capaz de vivê-la por outros,” disse Peter Chila com um grande sorriso.


Tendo crescido em uma família pobre, com 14 irmãos, na Zâmbia, Peter teve que lutar para sobreviver. Atender às suas necessidades diárias era uma luta! Isso sem mencionar a dificuldade para dar continuidade a sua educação. E quando percebeu sua esperança para o futuro virar pó, Peter começou a roubar para se sustentar.


Uma noite, ele e seus amigos estavam saqueando nas minas de cobre quando Peter ouviu o som de uma arma. Bang! Enquanto fugia da polícia, ele sentiu algo atingir suas costas e caiu no chão inconsciente. Despertando no hospital, a primeira coisa que o médico disse foi: "Você nunca mais vai andar." A bala tinha viajado ao longo da medula espinhal de Peter e saído sob seu braço, muito perto do coração. O médico não achou que Peter viveria por muito tempo.


Paralisado e deitado em uma cama de hospital, Peter pensou que sua vida estivesse arrasada. Ele se perguntou como poderia continuar sua vida se ficasse deficiente, especialmente devido aos crimes que ele tinha cometido. "Eu estava arrependido e triste", lembrou Peter sobre seus primeiros dias no hospital.