• OM Internacional

Amada finalmente


Por OM Internacional

Tradução de João Marcos Hansen

Os pais de Anea a abandonaram quando ela tinha cinco anos. Apesar de ter sido acolhida por um avô, a rejeição afetou-a profundamente ao sentir que as pessoas que deveriam proteger, amar e cuidar não queriam saber dela.

Como uma adolescente tentando negociar a vida sem a orientação de um pai, ela começou andar com as pessoas erradas. Eles a traficaram e Anea foi vendida por sexo repetidamente. Quando encontrou um trabalhador da OM pela primeira vez, dois anos atrás, ela estava desesperada, mas ainda não disposta a dar passos radicais para mudar a sua vida.

Então ela engravidou. Anea estava morando com o pai do bebê, mas quando ela lhe contou que estava grávida, ele disse que nunca a tinha amado e que estava noivo de outra na Europa Ocidental. Ele disse que sua noiva havia descoberto sobre Anea e estava mandando seus irmãos para mata-la e que ela podia ficar com ele até a criança nascer, mas era isso. Quando a bolsa de Anea se rompeu, ele a expulsou de casa e disse que nunca deveria voltar. Ele se recusou a leva-la para o hospital, então, em desespero, Anea chamou um táxi.

Com um novo bebê em seus braços, as escolhas de Anea eram sombrias. Seus avós disseram que poderia voltar, mas apenas se desse a criança a um orfanato. A alternativa, ou assim pensou Anea, era viver na rua, mas ela já amava o bebê e se recusava a abandoná-lo. O hospital levou-a até um abrigo local onde eles a ensinaram a cuidar do bebê. Quando o governo cortou o subsídio do abrigo, eles fecharam repentinamente. Novamente, Anea não tinha onde ir com seu bebezinho.

Ela pegou um táxi do abrigo até a Casa da Alegria. A equipe estava surpresa em ver uma adolescente com um bebezinho nos braços parada na entrada. Anea e seu filho fazem parte da família da Casa da Alegria desde então.

O bebê de Anea lhe deu a motivação para realmente mudar sua vida e se comprometer com tudo que o programa da Casa da Alegria tem a oferecer. Anea está determinada a dar à sua filha, uma vida melhor que a sua. Ela está estudando bastante e espera terminar suas provas e continuar com sua educação. Ela sabe que a Casa da Alegria é uma família de verdade. Eles a amam e ela tem um lar com eles.

Existem tantas garotas como Anea em Kosovo, presas a um ciclo de abuso e rejeição. A Casa da Alegria é o único centro de reintegração a longo prazo no país. Graças às suas orações e apoio, ela continua a oferecer esperança para aqueles que estão em tamanha necessidade.

Texto original

O papel da OM na Igreja é mobilizar pessoas para compartilharem o conhecimento de Jesus e seu amor com cada geração em cada nação. A OM é pioneira e lidera iniciativas para resgatar vidas, reconstruir comunidades e restaurar um objetivo em mais de 110 países.


NOTÍCIAS

INSPIRE-SE

Notícias de Missões

Blog

CONTATO

(12) 3945-0047

comunicacao.br@om.org

CONTRIBUA

Online, clique aqui

Depósitos:

Banco Bradesco

Agência 0225-9 - Conta Corrente 20.311-4

  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Instagram Ícone
  • Grey Twitter Ícone
  • Cinza ícone do YouTube

Copyright 2020. Operação Mobilização Brasil. Todos os direitos reservados. comunicao.br@om.org