Discipulado diário


Por Nicole James

Tradução de João Marcos Hansen

“Eu já fui a alguns casamentos da Ásia Central,” disse Ruthie* enquanto passeava pelo parque passando pela sétima noiva posando para as fotos oficiais do casamento antes de ser levada para a cerimônia. As núpcias tradicionais duram alguns dias e consistem e vários eventos e rituais, com algumas das pessoas sendo convidadas a uma ou mais partes, dependendo do quão próximo são da noiva, ela explicou.

“Em alguns casamentos, eu estava ali só pela cerimônia. Mas com a Maya*, eu estava por causa de tudo.”

Ruthie conheceu Maya antes de se casar, em um dos poucos e pequenos grupos de cristãos no país 99% muçulmano onde vivem. Ela e seu marido, Karim*, tinham se mudado para lá para compartilhar do amor de Deus com as comunidades que não tinham acesso ao evangelho e queriam estabelecer parcerias com cristãos locais. Maya e, eventualmente, o seu marido, Jad*, se encaixavam naturalmente.

“Estávamos falando sobre lições de saúde e sobre como podemos crescer no ministério,” Maya se lembrou de seu contato inicial. “Lentamente nós nos aproximamos dessa família, Karim e Ruthie. Agora somos muito próximas, como irmãs.”

“Nos encontramos regularmente, oramos uma pela outra, sabemos das