• Ellyn S.

Evangelismo criativo


Por Ellyn Schellenberg

Tradução de Jaqueline Galhardo

Revisado por Jéssica Ferri

Muitas culturas na Ásia têm uma história muito rica e, em alguns países, as tradições históricas e culturais são quase inteiramente passadas apenas de forma verbal. "Em algumas aldeias que as nossas equipes da OM visitam, a geração mais velha de pessoas não sabe como ler ou escrever, então tivemos que ser criativos para chegar a eles", explicou Julie *, membro da equipe OM que trabalha no sul da Ásia.

Os líderes da equipe da OM reuniram-se em 20 de julho para treinamento de desenvolvimento de liderança, inserindo uma tarde focada em usar o desenho como forma de comunicação.

Segundo Ben, líder da base da OM no país, as imagens podem contar histórias complicadas de uma maneira mais fácil de entender. Ele ensinou aos seus 12 líderes ali reunidos. "Quando você desenha em um pedaço de papel, ou em um quadro branco ou até mesmo no próprio chão, você é capaz de comunicar histórias para um público mais amplo sem perder a atenção".

O grupo aprendeu alguns truques sobre desenhos de rostos simples, posturas corporais e objetos temáticos da história da Bíblia, como prisões, árvores, carros, casas e outras imagens básicas. Em seguida, passaram o tempo praticando a narração de histórias da Bíblia enquanto desenhavam as cenas.

"Os bons desenhos, aliados à história, aprimoram a mensagem em vez de distraí-la", disse Ben. "No treinamento da manhã, aprendemos a fazer planos de ações para nossos ministérios, então vamos agora praticar compartilhando isso com outras pessoas usando imagens simples, de modo que, quando compartilharmos nossos planos com nossas equipes e delegarmos o trabalho, eles poderão entender melhor o que estamos dizendo”.

Ben desafiou os líderes do ministério. "Como podemos ter certeza de que, quando nós compartilhamos histórias usando imagens, estamos retratando com a maior precisão possível?", perguntou um participante do treinamento.

O grupo discutiu alguns dos riscos de usar imagens e como garantir que os contadores de histórias não adicionassem ou esquecessem os detalhes das histórias que usavam.

"Eu acho que se resume a ler as histórias novamente antes de ensinar sobre elas. Em última análise, as histórias são sobre o quadro da grande história de Deus, e, claro, as pessoas precisam ler por si mesmas o que as pessoas de Deus escreveram. Mas às vezes o grande quadro é melhor do que imagem nenhuma", afirmou Andy, outro participante.

A OM está constantemente procurando por pessoas com uma variedade de habilidades, talentos e paixões para se juntarem às equipes. Precisamos de mais treinadores, especialistas em educação e pensadores criativos para ajudar a liderar as equipes para novas e excitantes formas de fazer o ministério. Se você quiser descobrir maneiras mais específicas de se envolver em missões com a OM, entre em contato com a OM no Brasil em www.om.org.br.

Texto original aqui.

O Sul da Ásia conta com uma família e uma missionária brasileira atuando.

O papel da OM na Igreja é mobilizar pessoas para compartilhar o conhecimento de Jesus e Seu amor com cada geração em cada nação. A OM é pioneira e lidera iniciativas para resgatar vidas, reconstruir comunidades e restaurar um objetivo em mais de 110 países.


NOTÍCIAS

INSPIRE-SE

Notícias de Missões

Blog

CONTATO

(12) 3945-0047

comunicacao.br@om.org

CONTRIBUA

Online, clique aqui

Depósitos:

Banco Bradesco

Agência 0225-9 - Conta Corrente 20.311-4

  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Instagram Ícone
  • Grey Twitter Ícone
  • Cinza ícone do YouTube

Copyright 2020. Operação Mobilização Brasil. Todos os direitos reservados. comunicao.br@om.org