• Nicole James

Família Síria vem a Cristo


Por Nicole James

Tradução de Tayza Garcia

Revisado por Jéssica Ferri

Neste relato:

Zaid* - homem sírio que perdeu uma perna em uma explosão ao cumprir o serviço militar obrigatório, preso na Síria porque o governo tomou seus documentos de identificação

Serena* - ex-muçulmana devota casada com o irmão de Zaid, acreditou em Jesus depois de três sonhos

Um e Abu Zaid* - casal que veio à fé como refugiados no Oriente Médio, viajou de volta para a Síria para cuidar do filho

Ellie* - Missionária da no campo do Oriente Médio que discipulou a família durante sua jornada de fé

_____

Os seus lenços bem decorados identificavam os muçulmanos que se misturavam entre os cristãos árabes e os expatriados reunidos para o culto dominical em uma igreja local no Oriente Médio. Era um lugar incomum para Ellie, uma missionária experiente que vivia na região, conhecer pessoas muçulmanas, mas esta família era única.

Um Zaid, Abu Zaid e sua família "estavam muito interessados ​​em nossa fé, e de alguma forma eles tinham tanta fome que começaram a vir à igreja", ela descreveu. Muitas vezes, a polícia questionou a família, até entrando na igreja tirando-os de lá. "Mas eles eram muito teimosos, então eles continuavam voltando", disse Ellie.

Depois de testemunhar o persistente desejo da família de saber mais sobre Jesus, Ellie começou a visitá-los em sua casa. Ela compartilhou sobre Jesus com a família extensa e deu deu uma Bíblia em áudio para Um Zaid, que não sabia ler.

Toda vez que ela visitava a família, Um e Abu Zaid queriam saber mais sobre Jesus - "eles estavam procurando e procurando a verdade" - mas eles não estavam prontos para abandonar sua própria tradição religiosa, observou Ellie. "Era como se estivessem sentados em duas cadeiras. Eles acreditavam no islamismo, mas eles também acreditavam em Jesus, então eles não faziam uma escolha ".

Levando a cruz de volta para a Síria

No meio do aprendizado sobre Jesus, Um e Abu Zaid estavam terrivelmente preocupados com seu filho mais velho, Zaid, que havia ficado para trás na Síria, preso no conflito militar. Ele não queria fazer parte da guerra, mas depois de seu tio, o irmão de Um Zaid, ser decapitado por se recusar a lutar no exército, Zaid se juntou ao exército para preservar sua vida.

Vários meses depois que Ellie conheceu a família síria, eles souberam que Zaid tinha sofrido ferimentos graves. "Ele estava em uma explosão, o que o fez perder uma das pernas. A outra perna foi quase destruída... quase completamente. Além disso, seus intestinos estavam fora de seu corpo, então ele poderia ter morrido a qualquer momento", compartilhou Ellie.

A instalação médica lá não forneceu tratamento ou alimentos adequados, então Um e Abu Zaid começaram a fazer planos de voltar para a Síria para cuidar de Zaid.

"Eu lembro que todos estavam dizendo: 'Não voltem para a Síria. Vocês nunca mais poderão voltar ao Oriente Médio porque estão como refugiados aqui", contou Ellie.

Mas o coração de Um Zaid, como mãe, superou a cautela da comunidade. Carregada com comida, roupas e cobertores, Um e Abu Zaid deixaram sua segurança.

Enquanto o casal estava fora do país, Ellie e outros cristãos continuaram a orar, sem saber onde eles estavam ou o que havia acontecido na Síria.

Meses depois, "quando eles voltaram, sua pele estava queimada de sol. Abu Zaid quase morreu porque teve um ataque cardíaco na estrada. Era algo insano", explicou Ellie. "Eles estavam viajando de uma fronteira para outra a pé no calor excruciante, dormindo ao ar livre, com cobras, escorpiões - parece um filme, mas é verdade".

Um Zaid disse à Ellie o que havia acontecido na Síria. "Tivemos que deixar Zaid lá, e não sabemos se ele vai conseguir", confessou. "Quando estávamos lá, tinha uma cruz comigo. Eu fui até o meu filho e disse: 'Ouça, você precisa acreditar em Jesus. Jesus vai curar você.'"

Então ela deu a cruz a Zaid.

"Eu não podia acreditar nisso! Uma mulher muçulmana fazendo isso!" Ellie exclamou.

Os três sonhos de Serena

Com a família de volta ao Oriente Médio, Ellie foi para seu país de origem por uma temporada. "Eu continuei orando por eles, e eu continuava compartilhando sobre essa família por um tempo", lembrou ela. Quando Ellie voltou ao campo, ela encontrou a família.

Serena, casada com o irmão de Zaid, compartilhou: "Eu era uma muçulmana muito, muito devota. Eu era completamente contra qualquer cristão, eu odiava os cristãos. Eu não queria vê-los, não queria nada com eles", admitiu.

Tendo chegado no Oriente Médio, no entanto, ela viu como a guerra destruiu sua família. O que é isso? Essa é nossa religião? Ela pensou. Durante quatro meses, Serena estudou o Alcorão. Então, desde que ela estava frequentando a igreja com sua família, ela também adquiriu um Novo Testamento, o Injil.

"Por meses depois de estudar o Alcorão, ficou muito confusa porque viu tantas contradições... então começou a estudar o Injil", disse Ellie. "Ela não podia comer. Ela não podia dormir. Estava tão deprimida, que não sabia o que fazer".

"Deus, eu quero que você me mostre quem você é!" Serena orou. Então ela teve três sonhos.

Primeiro, Serena sonhou que ela e seu filho estavam de pé, de mãos dadas, quando Jesus chegou até eles, tomou as mãos e disse: "Eu sou quem você estava procurando". Naquele sonho, Serena começou a sentir-se incrivelmente em paz.

Na noite seguinte, Serena sonhou que estava de pé em um grande campo, vestindo um vestido branco, cercada por milhares de ovelhas. Ela se dirigiu à multidão de ovelhas dizendo: "Jesus é o Senhor. Jesus é o Senhor". Então, todas as ovelhas começaram a repetir suas palavras: "Jesus é o Senhor. Jesus é o Senhor".

Após o segundo sonho, Serena perguntou ao pastor o que isso significava. Ele disse a ela que se tornaria evangelista para muitas pessoas, que então acreditariam em Jesus.

Finalmente, Serena sonhou com Jesus na cruz. "Ela viu as feridas, ela viu o sangue, ela viu o amor nos Seus olhos, e então ela acordou do sonho, e ela acreditou: 'Sim Senhor, eu acredito que você é o Senhor'". Ellie contou o que Serena tinha dito a ela.

Antes da conversão de Serena, "ela sempre estava nas conversas, mas não falava muito", lembrou Ellie. Mais tarde, Ellie não podia acreditar nas coisas novas que Serena compartilhava: "Eu era uma escrava, mas agora sou filha de Deus". E ela dizia, "[no Islã] tudo é a lei, a lei, a lei. Você tem que fazer isso, e isso é haram (vergonhoso), e isso é haram, etc., mas agora estou livre. Isso é amor".

Família de fé

Quando Serena contou a Ellie sobre sua decisão de seguir Jesus, ela também explicou que toda a família tinha chegado a Cristo: "Um Zaid, Abu Zaid, Serena e seu marido e os outros irmãos. Um deles está liderando o culto na igreja agora", disse Ellie. "É tão bonito, mas eles são como bebês em sua fé".

Embora ela estivesse fora do país quando a família decidiu seguir Jesus, Ellie se aproximou novamente para "certificar-se de que o fundamento é realmente sólido indo de Gênesis, ao longo do Antigo Testamento até chegar a Jesus. Eu sinto que meu papel é mais discipulado e também incentivá-los a compartilhar, encorajando-os a alcançar os outros porque eles querem, mas eles não sabem como e têm medo", disse ela.

Para ajudar a família a crescer em seu conhecimento de Deus e das Escrituras, Ellie começou semanalmente os Estudos da Bíblia da Descoberta (DBS) com a família, pedindo-lhes para compartilharem as histórias que aprendem com os outros.

"Serena sente tanto medo de compartilhar, e também não tem certeza de como compartilhar", disse Ellie. "Eu disse a ela, 'está tudo bem. Deus irá mostrar-lhe, passo a passo. Basta dar o pequeno passo da obediência.'"

Enquanto isso, Um Zaid informou que Zaid, ainda na Síria, também se tornou um crente. Deus o curou milagrosamente e também forneceu uma prótese para a perna que ele perdeu na explosão. Ele aprendeu a caminhar novamente e se casou com uma garota que ele conhecia antes que a guerra começasse.

"Eu vi um pequeno videoclipe dele dançando com sua noiva. Foi tão bonito", disse Ellie. "Eles estão muito felizes agora, e ele conseguiu um emprego...". É como uma nova vida para ele.

"Deus tem o poder de usar coisas terríveis, revelar a verdade e agitar a fome em seus corações, atraí-los para si e se mostrar através de coisas sobrenaturais como os sonhos que eles receberam", explicou Ellie.

Ainda há alguns membros mais distantes da família que não encontraram a fé, mas os que seguem a Jesus continuam a orar para que Deus também lhes mostre a verdade.

Ore para que os crentes na família cresçam profundamente na fé. Ellie também queria convidar um ou dois outros crentes sírios para se juntarem ao grupo de discipulado: "Essa é nossa oração por enquanto, que eles realmente se transformem cada vez mais em uma igreja doméstica".

*Nomes alterados por motivos de segurança.

Texto original aqui.

O papel da OM na Igreja é mobilizar pessoas para compartilhar o conhecimento de Jesus e Seu amor com cada geração em cada nação. A OM é pioneira e lidera iniciativas para resgatar vidas, reconstruir comunidades e restaurar a esperança em mais de 110 países.

#Mulçumanos #testemunho #menosalcançados #refugiados

NOTÍCIAS

INSPIRE-SE

Notícias de Missões

Blog

CONTATO

(12) 3945-0047

comunicacao.br@om.org

CONTRIBUA

Online, clique aqui

Depósitos:

Banco Bradesco

Agência 0225-9 - Conta Corrente 20.311-4

  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Instagram Ícone
  • Grey Twitter Ícone
  • Cinza ícone do YouTube

Copyright 2020. Operação Mobilização Brasil. Todos os direitos reservados. comunicao.br@om.org