Homem de muitos chapéus


Por Andrew Fendrich

Tradução de Alcineia Rocha

Revisado por Jéssica Ferri

Foto de Andrew Fendrich

Jacob Makorere cresceu em uma aldeia do distrito do Serengeti, no norte da Tanzânia, longe de qualquer influência cristã real. Ele nunca viu seus pais, católicos romanos por associação, irem à igreja, e a reunião evangélica mais próxima estava a mais de uma hora a pé na cidade mais próxima.

Agora, pastor e plantador de igrejas, Jacob é impulsionado por uma paixão – ver igrejas acessíveis em todas as aldeias que cercam sua casa em Buda, uma cidade perto da costa sul do lago Victoria.

A jornada de fé de Jacob – que agora está como parceiro da OM na África - começou quando uma mulher visitava sua aldeia, indo de porta em porta com o evangelho. Jacob tinha 10 anos na época e observou sua irmã se decidir por Cristo.

Durante dois anos, a irmã de Jacob caminhava mais de uma hora para ir à igreja todos os domingos, e Jacob a acompanhava com frequência. Mas quando um futuro marido apareceu, a irmã de Jacob foi forçada a casar e sair da igreja por seu pai, que exigiu que Jacob ficasse em casa também.

Jacob teve outra oportunidade de comparecer à igreja dois anos depois, quando seu pai deixou a casa por negócios e, pela segunda vez, Jacob comprometeu sua vida com Cristo e desenvolveu o desejo de compartilhar o evangelho com os outros. Quando sua família se mudou para Buda, Jacob tornou-se cada vez mais envolvido no ministério da igreja e evangelismo, até que, como um adulto casado, plantou sua primeira igreja no subúrbio de Balili, em Buda, que ele agora se refere como "a base".